Quitosana

A quitosana é uma fibra insolúvel quimicamente semelhante à celulose (fibra de origem vegetal). Este polissacarídeo é derivado de uma substância natural, a quitina, a qual está presente no exosqueleto dos crustáceos (sobretudo dos camarões, caranguejos e lagostas). Quimicamente, a quitina é inerte e insolúvel, mas, após sofrer um processo químico de desacetilação alcalina, dá origem à quitosana, que é reativa e solúvel em ácidos fracos. Apresenta capacidade bacteriostática e baixa toxicidade.

O nitrogénio presente neste composto fornece-lhe uma carga catiónica (positiva), o que lhe confere a capacidade de se ligar fortemente a substâncias de características aniónicas (carga negativa), como é o caso dos lípidos (gorduras). Ao ligar-se à gordura proveniente dos alimentos, a quitosana forma um hidrogel polimérico com uma textura viscosa que não é absorvido pelo intestino.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e para fins estatísticos. Ao visitar o site, está a consentir a sua utilização. Para mais informações sobre os cookies utilizados, respetiva gestão ou desativação neste dispositivo, clique aqui.