Levedura de arroz vermelho

A levedura vermelha do arroz consiste numa espécie de fungo, o Monascus purpureus, e é usada há centenas de anos pela cultura asiática, não só pelo seu interesse gastronómico, mas também pelas propriedades medicinais que apresenta. Este composto é rico em fitoesteróis, isoflavonoides e gorduras monoinsaturadas, substâncias igualmente responsáveis pela manutenção de níveis normais de colesterol no sangue.

Um dos compostos com atividade biológica mais marcada é a monacolina ou lovastatina, a qual é o nutriente-alvo da levedura vermelha. A monacolina é uma substância natural, que desempenha uma atividade química semelhante à das estatinas, que são os compostos químicos usados no tratamento farmacológico do colesterol elevado.

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação e para fins estatísticos. Ao visitar o site, está a consentir a sua utilização. Para mais informações sobre os cookies utilizados, respetiva gestão ou desativação neste dispositivo, clique aqui.